De Nuno Cruz a 2 de Outubro de 2007 às 01:21
concordo com o que disse. Não em absoluto. Passo a explicar: tenho 22 anos e para muito boa gente da minha geração a escola foi mais um divertimento que outra coisa. Mas no meu caso não. Porque sempre tive bem definido o aceitável e o não aceitável ...mas o caso concreto passou-se no meu 1o ano. Era um miúdo franzino e chorincas.passava a vida a levar de todos. Todo o santo dia a mesma coisa.logico que fazia queixinhas á professora acerca do k se tinha passado. Ela , ao invés de tentar perceber o k se passava, limitava-se a dar-me mais uma chapada por ser queixinhas...não falando da parte de escola propriamente dita.se dava um erro levava...os meus pais fartaram-se e transferiram-me de escola. Passei o meu 2o,3o e 4o anos num ambiente de tolerância e compreensão. Se não sabia tinha de ouvir novamente.
Sinceramente acho que foi bastante melhor na nova escola.
mais, voltei-me a juntar com os meus anteriores colegas no 5o ano e era um dos melhores da minha terrinha.
Ás vezes faz bem um puxão de orelhas. Mas é sempre melhor explicar porque é que o que se fez est á errado que partir pr á repreensão física ...
volto a dizer, concordo consigo. Mas a experiencia faz-me dizer, repreensão física qb .
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres