Quinta-feira, 4 de Outubro de 2007

Será que ainda me lembro?

Há 10 anos...
1. Estava a praxar!
2. Tinha o cabelo compridão!!!
3. O Kique tinha 6 anos! (agora tem 16)

Há 5 anos...
1. Estava há nem um mês a morar em Inglaterra...
2. Estava a começar a tiritar de frio...
3. Estava cheia de saudades da família, dos amigos, do Kique e das malucas das tartarugas...

Há 2 anos...
1. Estava recém-chegada dos EUA com o meu Pai (!!!)
2. Estava uma polaca cá em casa à minha espera... pena a minha mãe não falar polaco ahahah
3. Estava a expôr pela primeira vez em Portugal

Há 1 ano...
1. Estava a preparar-me para ir ver o CATS a Lisboa
2. Estava a pôr o sono em dia
3. Estava em pulgas a preparar a minha ida à Alemanha e a vinda dos alemães a Portugal

Ontem...
1. Vegetei todo o dia na cama
2. Acabei de ver o Tom Sawyer
3. Acabei um trabalhinho gráfico... directamente da cama...

Hoje...
1. Vi mais dois episódios da Ana dos Cabelos Ruivos
2. Fiz mais umas criações gráficas
3. Continuo a vegetar na cama

Amanhã...
1. Fico a saber se continuo a vegetar ou se tenho autorização para desvegetar... pelo menos um bocadinho ;oP
2. Vou continuar a produzir graficamente
3. ...logo se vê!

Cinco coisas sem as quais não consigo viver:
1. Família (4 patas incluídos, claro) e amigos
2. Computador e internet
3. Livros
4. Música
5. Ar

Cinco coisas que compraria com 1000 euros:
1. Presentes
2. Viagem a Londres
3. Bilhetes para o teatro londrino
4. Livros
5. Guardava os tostões que sobrassem???

Cinco maus hábitos que tenho:
1. Fervo em pouca água
2. Confiar nas pessoas
3. Não saber dizer não
4. Estar sempre a aleijar-me
5. Ser florzinha de estufa

Três coisas que me metem medo:
1. Perder aqueles que amo
2. Cobras
3. Tremores de terra

Três coisas que tenho vestidas:
1. Pijama
2. Roupa interior
3. A pele???

Três coisas que quero mesmo muito neste instante:
1. Não precisar de gesso
2. Que as costas e afins melhorem
3. Que o Kique descanse um bocado... está sempre a andar de um lado para o outro :o)

Três lugares que gostava de visitar:
1. Egipto
2. Timor
3. Grécia
sinto-me: extremamente vegetada
música: desmusicada...
sonhado por zia às 00:30
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 16 de Março de 2007

Tartaruga suicida... e fugitiva!

Imagine-se só...
TENHO UMA TARTARUGA SUICIDA!!!



Desde a semana passada, uma das minhas quatro (!!!) tartarugas tem demonstrado ter umas certas tendências suicidas... ela saltou do aquário 2 VEZES!!! Da primeira vez magoou-se perto do coração por isso pensámos que ela tinha aprendido a lição e não se aventuraria novamente... bem, como estávamos enganados!!!

Hoje ela resolveu saltar novamente... caiu de uma altura... ora vejamos... cerca de 1 metro e 20 centímetros (mais centímetro, menos centímetro)!!! Desta vez rachou uma parte da sua carapaça na parte de trás e magoou-se perto da... hmmm... das... hmmmmmmmmm... hum-hum... das suas partes privadas...

Tentei ajudá-la quando ela caiu (o som da queda foi assustador), por isso peguei nela para lhe ir lavar o sangue... ela começou a abrir a bocarra e a bufar-me porque estava extremamente assustada e começou a agitar as patas violentamente para tentar livrar-se de mim... resultado: a minha mão ficou cheia de sangue dela... yack!

Agora temos de a manter afastada do resto das tartarugas até que ela pare de sangrar e comece a cicatrizar as feridas... caso contrário as suas amiguinhas ainda começam a esfregar as patas de contentamento: "yummy... comidinha nova!!!"


Esperamos que ela não volte a fazer a mesma façanha... pelo menos durante uns tempos!!!!!!!!

Mas umas horas depois, ela lá nos aprontou mais uma... enquanto eu e a minha mãe estávamos a tratar de coisas na casa do meu avô (é esquisito ir lá...), o meu pai teve de levar o Kique ao veterinário depois de ele ter mais um ataque. Teve de deixar a tartaruga fechada na cozinha para que se ela saísse da bacia, ao menos seria mais fácil encontrá-la...

Pois bem... no meio das confusões todas, o meu pai esqueceu-se de fechar a porta... Enfim... quando nós voltamos................. lá nos pusemos todos contentes de rabinho para o ar, a tentar encontrá-la... procuramos na casa toda, de lanternas em punho, durante quase meia hora... já nos estávamos a passar porque o raio da tartaruga não aparecia...

De repente... pimba! Lá estava ela... toda contente a dormir debaixo da minha cama!!! Pois, ela percorreu a casa toda de uma ponta à outra, já que o meu quarto é no extremo oposto do sítio onde o meu pai a deixou...

Felizmente, a sortuda, arranjou uma bela "piscina" e nós esta noite poderemos dormir descansados!!! Ela vai ficar na minha banheira por enquanto e daí ela não consegue sair... se conseguir... juro que vou à bruxa caramba!!! Ou então começo a pensar se ela não pensa que é o super homem ou uma das Tartarugas Ninja!!!


sinto-me:
sonhado por zia às 20:10
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 25 de Março de 2006

Sobrevivente do tsunami...

 

Um dos sobreviventes do tsunami de Dezembro '04, é o protagonista de uma história muito... carinhosa. O bebé hipopótamo sobreviveu às gigantescas ondas que atingiram a costa do Quénia e formou fortes laços de amizade com uma grande tartaruga centenária, ou melhor, um "tartarugo".

 

O hipopótamo apelidado de Owen pesa cerca de 300kg, e foi levado pela corrente do Rio Sabaki até ao Oceano Índico, onde se viu de volta a terra firme quando as ondas do tsunami atingiram a costa Quéniana a 26 de Dezembro de 2004.

 

O hipopótamo que nem 1 ano tem, adoptou um "tartarugo" com cerca de 100 anos, o qual parece muito contente com o seu novo papel de "papá". Depois de ser arrancado à mãe pelo tsunami, Owen ficou traumatizado. A sua procura por um apoio maternal acabou quando conheceu o "tartarugo" com o qual tem uma relação fora do normal: eles nadam, comem e dormem juntos. Owen segue o seu novo progenitor tal como se fosse a sua própria mãe. Se alguém se aproxima da tartaruga, ele torna-se agressivo como se estivesse a proteger a sua mãe biológica.

 

É da natureza dos hipopótamos serem animais sociais, que gostam de permanecer ao lado da mãe durante quatro anos.

 

A nossa vida não deveria ser medida pelos vários momentos que vivemos, mas sim por aqueles momentos que valem uma eternidade:

sinto-me:
sonhado por zia às 02:50
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

mais sobre mim

:::pesquisar aishitenight:::

 

:::tags:::

Todas as tags deste blog

:::luas recentes:::

Será que ainda me lembro?

Tartaruga suicida... e fu...

Sobrevivente do tsunami.....

:::noites passadas:::

Outubro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

::: links :::

Anastasia
Anime News Network
Astérix et Obélix
BeeHive
Best Anime
Blog da Pimentinha
BRB Internacional
Broadway
Broadway - The Lion King
Catedral
Christian Kurrat
Chuviscos
Misteriosas Cidades d'Ouro
Disney
Disney on Broadway
Do What You Dream
Door to Fantasia
Kemet
Kiss Me Licia
Liquid Experience
Me, Myself and I
Movimentum...
Movimentum 2...
Mulher dos 50 aos 60
NASA
National Geographic
Niekonczaca Sie Opowiesc
per-Bast
Photograhy Directory
The NeverEnding Story
The Temple of Bast
The Universe of Shoujo Manga
Timor Aid
Tintim
TV Series
TV Wunschliste

:::favoritos:::

A nova versão do YMCA!!! ...

Respeito precisa-se...

Que a memória viva para s...

Pouca-terra, pouca-terra....

Fantasmas do passado...

De gatos malandros e caix...

Um gato do contra...

Os Jelicais podem...

Problemas com baratas des...

Hamlet para todos!

:::tags:::

Todas as tags deste blog

subscrever feeds

5euromails.com